Facebook Linkedin Twitter
#
CONTACTE-NOS
(+351) 226 156 500
CURSO DE APICULTURA
de 05 MAR 2017 a 18 JUN 2017
A sobrevivência da humanidade depende do importante trabalho prestado pelos insetos polinizadores, que polinizam cerca de 75% das espécies de plantas do Planeta, sendo as abelhas os agentes mais adaptados e mais eficientes. No entanto, as abelhas estão ameaçadas por diversas doenças, alterações climáticas, perda de habitat e falta de alimento, fatores decorrentes das monoculturas, dos agroquímicos utilizados em agricultura intensiva e das práticas apícolas que não respeitam o bem-estar animal. 
Esta formação dará ênfase às práticas de apicultura naturais e em maior sintonia com a ecologia da abelha e com a Natureza. Durante 35 horas de atividade teórico-prática, serão tratados os temas fundamentais da Apicultura e proporcionado espaço de debate e experiência prática, em sala e no apiário.
O dia da graduação será um dia de celebração com a cresta ou colheita do mel!

Formador: Miguel Leal (TimberBee)
Datas: 5 março, 2 abril, 21 maio, 11 junho, 18 junho (domingos)
Horário: 10h00-13h00 e 14h00-18h00
Local: Quinta de Serralves (entrada pela Rua Bartolomeu Velho, 141)

Destinatários: o curso destina-se àqueles que, não tendo experiência em apicultura, ou tendo pouca experiência, gostariam de ganhar competências para poderem ser capazes de gerir com confiança as suas próprias colmeias, ou a sua exploração apícola.
Lotação: 15 participantes

Inscrição: 155,00€
Amigos de Serralves: 139,50€


Fotografia: © Victor Esteves
  • LocalQuinta de Serralves
  • Horário10h00 - 18h00
  • Dias 05 MAR 2017 - 18 JUN 2017
OBJETIVOS DO CURSO
  • Proporcionar o primeiro contacto com as abelhas e com a colmeia;
  • Aprender a distinguir obreiras, zângãos e rainha e conhecer tudo sobre o seu ciclo de desenvolvimento e as suas funções no enxame;
  • Aprender a aplicar os novos conhecimentos sobre a biologia e ecologia da abelha melífera na planificação das intervenções a fazer no apiário;
  • Identificar parasitas e doenças, bem como procedimentos para prevenção e resolução;
  • Conhecer a flora apícola e abordar a planificação da logística do ano apícola de uma exploração;
  • Adquirir conhecimentos sobre os diferentes produtos da colmeia e como os produzir e valorizar.

TEMAS
  • Biologia e ecologia da abelha; 
  • Maneio apícola; 
  • Sanidade apícola; 
  • Produtos da colmeia; 
  • Extração do mel.

Poderá realizar a sua inscrição:
  • Incrição online aqui;
  • Por transferência bancária, à ordem de Fundação de Serralves com o IBAN PT50 0010.0000.86451970001.02 - enviando comprovativo e dados para inscrição (nome completo, idade, endereço de e-mail, telefone/telemóvel, informação se é alérgico a picada de abelha) por e-mail para a.silva@serralves.pt;
  • Na receção do Museu: de 2ª a domingo, no horário normal de funcionamento.
A inscrição está sujeita a confirmação mediante vagas existentes. É respeitada a ordem de entrada.

CONDIÇÕES
  • Pagamento no ato de inscrição.
  • A realização do curso implica a inscrição de um número mínimo de participantes.
  • Por motivos imprevistos ou meteorológicos, o programa pode estar sujeito a alterações de calendário.
DESISTÊNCIAS

O pedido de desistência de participação no curso deve ser feito com uma antecedência mínima de 5 dias úteis. O reembolso é efetuado no prazo de 30 dias após o envio, pelo participante, do original do recibo e IBAN.
INFORMAÇÕES ÚTEIS

Todos os módulos do curso se realizam no Parque de Serralves; 
Para as aulas no apiário os formandos deverão trazer calças grossas, botas, roupa de manga comprida e fato de apicultor, caso tenham; será facultado fato a quem não tiver.
Os formandos receberão Certificado do curso no último dia;
Estão previstas paragens nas sessões teóricas a meio da manhã e tarde para chá/café e pão com mel;
O almoço será a cargo dos formandos, sendo, no entanto, possível trazer a sua refeição e almoçar na Quinta de Serralves, em registo informal.

FICHA TÉCNICA

Programação/Coordenação
Elisabete Alves, Fundação de Serralves
Miguel Leal (TimberBee) e Ana Jervis

Produção
Anabela Silva
Depois de se ter licenciado em Ciências do Meio Aquático, Miguel Leal viajou durante 7 anos pela América do Norte, tendo vivido em Vancouver, Toronto e nas Montanhas Rochosas. Durante esse tempo, fotografou e escreveu para revistas como a Grande Reportagem e a Volta ao Mundo, sobre a Natureza, experiências, aventura e a vida dos povos nativos. Uma das suas aventuras favoritas era caçar, na companhia dos seus amigos índios e esquimós, aprendendo, com eles, a arte da sobrevivência na Natureza.
Pelo caminho, concluiu o mestrado em Engenharia dos Recursos Florestais, rachou muita lenha, ensinou na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e foi co-fundador do movimento Paredes em Transição e da empresa de Apicultura TimberBee.
Em julho de 2014 foi convidado a fazer uma TED Talk no TEDxPenafiel subordinada ao tema "Abelhas para um Futuro".
Hoje, entre outras coisas, dedica-se à apicultura e à construção das colmeias TimberBee, usando serrações portáteis Logosol para obter parte da madeira que necessita.

O que é ser Apicultor? 
"A apicultura pode ser um dos passatempos mais gratificantes e uma das mais belas profissões mas, para mim ser apicultor é, acima de tudo, ser um protetor das abelhas e da Natureza.
É passar agradáveis momentos ao ar livre, em comunhão com o inseto mais fascinante do Planeta, e com a Natureza. É estar mais desperto para o desenrolar do clima e das florações - enfim, da Natureza - ao longo do ano. É ter mel na minha mesa, com a certeza absoluta que fiz tudo ao meu alcance para respeitar as abelhas que o fizeram, e a pessoa que o irá consumir.
A abelha faz parte de um dos mais importantes grupos de seres-vivos do Planeta: os insetos polinizadores. A eles devemos um terço dos alimentos de que nos alimentamos, mas, também, o Planeta Terra que conhecemos.
Se pensarmos bem, nos últimos 100 milhões de anos, os insetos polinizadores e as plantas com flor (a esmagadora maioria das espécies de plantas na Terra) evoluíram em conjunto. Um ajudou o outro a evoluir até ser o que é, hoje. Um precisa do outro para continuar a existir. Se retirarmos os insetos polinizadores da equação, o Planeta Terra terá que se re-inventar e dificilmente haverá um futuro para os seres-humanos. E agora, mais do que nunca, a abelha precisa da nossa ajuda. Nenhum apicultor responsável e consciencioso será a mais."

Miguel Leal

Ser Amigo faz a diferença.
Junte-se a nós! 

MoradaRua D. João de Castro, 210
4150-417 Porto Portugal
Latitude 41º 9'35.40"N
Longitude 8º39'35.35ºW
CONTACTE-NOS 226156500
SIGA-NOS
Serralves