Facebook Linkedin Twitter

Objetivos Estratégicos


1. Desenvolver um ambicioso programa de exposições dos artistas portugueses e estrangeiros mais relevantes e de iniciativas com jovens criadores que, de uma forma permanente, vise aumentar o grau de envolvimento e fidelização de públicos, de Fundadores, de Patronos e de Mecenas.

2. Promover iniciativas nos domínios da arquitetura, música, artes performativas e cinema que valorizem a programação numa perspetiva pluridisciplinar.

3. Promover a realização de ciclos de conferências, colóquios ou debates com grande impacto nos domínios das artes, do ambiente e paisagem e das ciências sociais, experimentais e políticas, envolvendo a participação de importantes personalidades nacionais e estrangeiras.

4. Reforçar as parcerias com outras instituições de renome internacional, no sentido de promover a o reconhecimento do património de serralves e aumentar a realização de atividades conjuntas, dinamizando intercâmbios culturais e promovendo itinerâncias e coproduções internacionais. 

5. Desenvolver e realizar programas educativos inovadores, com o objetivo de sensibilizar os diferentes públicos para as temáticas da arte contemporânea, da arquitetura e do ambiente, através de uma programação heterogénea, pautada por elevado grau de exigência, com vista à formação e fidelização de públicos, à criação de hábitos culturais e ao desenvolvimento do pensamento crítico e criativo, com especial atenção aos segmentos menos representados. 

6. Promover a extensão das iniciativas da Fundação em diferentes pontos do País, através da realização de exposições itinerantes, de iniciativas de âmbito ambiental, de prestação de serviços na área educativa e nas indústrias criativas, entre outras, especialmente com as autarquias fundadoras.

7. Manter uma política editorial de acordo com os mais elevados padrões internacionais, nos domínios da arte contemporânea, arquitetura e paisagem. 

8. Promover o envolvimento e a inclusão social, através de iniciativas destinadas a públicos desfavorecidos e com necessidades especiais, facilitando o seu acesso à programação de Serralves.

9. Organizar eventos de grande impacto público, visando melhorar a acessibilidade de diferentes públicos à arte contemporânea em todas as suas formas, que atraiam vastos setores da população. 

10. Reforçar a visibilidade e notoriedade da Fundação em Portugal com especial incidência em Lisboa e no sul do país, e no estrangeiro através de uma política eficaz de comunicação dos seus objetivos e das suas atividades, que contribua também para aprofundar o grau de envolvimento e fidelização de públicos bem como dos seus Fundadores, Patronos e Mecenas.

11. Desenvolver uma coleção de arte contemporânea de referência, através de uma política seletiva de aquisições, doações e depósitos, procurando novos mecanismos de atração de investidores, que apoiem a coleção, e de reforço da sua visibilidade. 

12. Promover a investigação e estudo sobre o património da Fundação, seus antecedentes e principais ativos (coleção, património paisagístico e edificado).

13. Promover a sustentabilidade ambiental da Fundação e garantir a preservação, conservação, inventário e restauro de todo o seu património, segundo os mais elevados padrões de qualidade 

14. Reforçar a relação entre o Museu e o Parque como forma de potenciar um maior impacto deste conjunto patrimonial.

15. Contribuir para o desenvolvimento de um ambiente favorável à criatividade, que induza a criação e o crescimento de novas empresas do domínio das indústrias criativas com potencial significativo para a criação de riqueza e emprego. 

16. Reforçar o impacto e a notoriedade da Fundação através da integração em redes nacionais e internacionais de prestígio, da participação dos seus representantes em cargos de mérito e da apresentação de candidaturas à atribuição de prémios de renome. 

17. Fidelizar e atrair novos Amigos, Fundadores, Patronos e Mecenas, a nível nacional e internacional. 

18. Procurar garantir que o Estado cumpra os seus compromissos estatutários e promover a angariação de outros apoios financeiros das junto das Autarquias e de outros organismos públicos. 

19. Angariar fundos comunitários que contribuam para a viabilização do plano de atividades anual. 

20. Maximizar as receitas decorrentes da programação e das iniciativas comerciais da Fundação, atendidas as condicionantes impostas pelo cumprimento da sua missão e a preservação do seu património.

21. Promover níveis de excelência operacional, através de uma utilização eficiente dos recursos, otimizando custos nos diferentes serviços da Fundação. 

22. Reforçar as competências da Fundação em áreas estratégicas, antecipando necessidades futuras, apostando no digital e reforçando a sua capacidade de adaptação à mudança e garantir o compromisso dos seus colaboradores em relação à Missão e à Visão da Fundação.

Ser Amigo faz a diferença.
Junte-se a nós! 

MoradaRua D. João de Castro, 210
4150-417 Porto Portugal
Latitude 41º 9'35.40"N
Longitude 8º39'35.35ºW
CONTACTE-NOS 226156500
SIGA-NOS
Serralves